Sexta-feira, 1 de Abril de 2011

Moréa - La Mort dans le Sang

Cuba, capital do novo império económico, ano 2082.

A bela Moréa Doloniac é empregada de uma das maiores empresas multinacionais no mundo, a DWC.

       


Ela é apenas uma sobrinha em último grau do fundador da empresa, Nathan Doloniac.
Mas ela escapa à morte, quando comandos executam, por todo o planeta os membros da sua família. E ela é a única sobrevivente, e ela de repente encontra-se à cabeça de uma das principais potências económicas do final do século XXI.
No entanto, ela sabe, que o atentado que a visava, matou-a. Moreia morreu. Mas, continua viva.
Ela é o joguete de duas facções que manipulam a humanidade há séculos, anjos e dragões, e tem poderes para além do que o homem jamais imaginou.

Este é o arranque do 1º volume desta série que já vai no 6º volume.     

MORÉA - LA MORT DANS LE SANG - 6º TOMO

O argumento desta série é do inevitável Arleston, agora com Dominique Latil a emprestar o tempo que cada vez mais falta fará a Arleston, (os argumentos são mais que muitos) e o desenho é de Laurent Libessart que substitui Labrosse (desenhou os 5 anteriores), e cor de Sébastien Lamirand.

     



 

Moréa pertence à raça dos Dragões, descendentes imortais de uma raça marciana, refugiada na terra desde o inicio da Humanidade. Como única herdeira do império financeiro, Moréa pretende utilizar todos os seus recursos, para preparar o futuro dos seus e o retorno ao planeta de origem. Mas mesmo dentro dos Dragões existem diferentes fações, que se enfrentam, e que têm outros planos para o futuro dos imortais.

Na aliança que fazem com os seus piores inimigos... sacrificam Moréa...         


Pré-Publicação na Revista Lanfeust Mag com inicio no n. 139      

postado por halotuga às 12:56
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Novembro de 2007

Féderation

Le Feu aux Étoiles 2º tomo de Féderation em publicação na revista Lanfeust Mag.

2125.

A Terra é dirigida por um governo federal mundial que persegue uma politica de colonização dos planetas da nossa galáxia. Mas as colonias cansadas de serem exploradas pelo governo central, querem obter a sua independência. A situação que começa com uma simples disputa politica, transforma-se rapidamente em luta armada. A evasão de um perigoso criminoso psicopata condenado a prisão perpétua é a faísca para o que vai acontecer.

Na perseguição do criminos, a Marshall Pénélope Monterra tem de agir com rapidez, antes que a situação degenere em Guerra Civil...

Neste segundo episódio temos Freeway Warwiller (o criminoso) à frente de um verdadeiro exército de mutantes, de prisioneiros da por espécie evadidos das prisões de alta segurança da Federação. Ele semeia a morte e a desolação de planeta em planeta.

Pénélope Monterra secundada pelo único prisioneiro que não quis seguir Warwiller, Tenta parar este verdadeiro monstro e os sus acólitos e ao mesmo tento denunciar os responsaveis pela mutação que alguns prisioneiros sofreram.

 

 


postado por halotuga às 23:36
link do post | comentar | favorito
|

Visitantes

mais sobre mim

O Meu outro BLOG

As Minhas Leituras

Revistas que estou a ler

L'Immanquable - N.7 (Jul-2011)

L'Immanquable - N.6 (Jun-2011)

Lanfuest Mag - N.144 (Jul/Ago-2011)

Lanfuest Mag - N.143 (Jun-2011)

Álbuns que estou a ler

COMANCHE – O Corpo de Algernon Brown de Hermann

As Águias de Roma - Livro II de Marini

Livro que estou a Ler

Braço esquerdo de Deus (O)

histórias recentes

Moréa - La Mort dans le S...

Féderation

Histórias antigas

Novembro 2014

Setembro 2014

Fevereiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Maio 2010

Abril 2010

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Novembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


tags

todas as tags

Biblioteca

pesquisar

 

Heroínas

Colombe Tiredaile

Laureline


visitante
blogs SAPO

subscrever feeds